Menu

banner

Timpanotomia

É a cirurgia indicada para colocar tubo de ventilação permitindo o equilíbrio das pressões interna e externa da orelha, permitindo uma melhora na audição. Geralmente essa cirurgia acontece em crianças que apresentam freqüentemente casos de otites médias e também em crianças com Otite média secretora. O acúmulo de líquido no ouvido médio das crianças é um problema comum e freqüentemente resulta de uma disfunção na tuba auditiva. A tuba auditiva conecta a nasofaringe (atrás do nariz) com o ouvido médio, permitindo que o ouvido funcione normalmente.

Cirurgia

Em algumas crianças, o uso repetido de antibióticos e de descongestionantes não remove permanentemente o líquido do ouvido médio. Nestas crianças, uma cirurgia poderá estar indicada. Esta cirugia é denominada timpanotomia, com colocação ou não de tubos de ventilação. O paciente permanece dormindo, enquanto o cirurgião faz uma pequena incisão (corte) na membrana timpânica, removendo o líquido do ouvido. Um pequeno tubo de plástico ou de metal é colocado na incisão, permitindo que o ar entre no ouvido médio, prevenindo o acúmulo de líquido. O tubo permanecerá na membrana timpânica por um período variável de tempo (média de 6 meses). Em muitas crianças, o tubo será extruído automaticamente e a incisão fecha-se espontaneamente. Neste momento, o ouvido podera ter resolvido sua inflamaçào crônica e a tuba auditiva poderá estar bem desenvolvida, funcionando normalmente. Em certos pacientes, a adenoidectomia (remoção do tecido adenoidiano) poderá ser realizada no mesmo ato cirúrgico, permitindo uma função normal da tuba auditiva. Poderá ser necessário também uma avaliação e tratamento da alergia do paciente, princpalmente se o problema retornar.

Após a cirurgia, é importante que não haja mergulho da cabeça dentro d'água, pois poderá ocorrer infecção do ouvido. Se ocorrer drenagem de secreção do ouvido, o médico deverá ser comunicado imediatamente.
voltar ao topo