Durma bem e acorde disposto!

Dormir bem é muito importante para o bom funcionamento do corpo. O sono repara a mente e a musculatura. Se você acorda cansado, indisposto, com a sensação que a noite foi insuficiente ; fique atento, pois pode estar sendo acometido de um distúrbio do sono, estes danosos a saúde.
O distúrbio do sono mais grave, é a apnéia obstrutiva do sono. Trata-se de uma doença grave, se caracteriza pela interrupção da respiração durante o sono. A pessoa para de respirar por 10 segundos ou mais. Ela acontece quando os músculos da garganta relaxam e bloqueiam totalmente a passagem do ar aos pulmões.
Um dos sintomas mais característicos da apnéia é o ronco. Trata-se da vibração das paredes da garganta, relaxadas durante a noite, que sibilam quando da passagem do ar.
Toda apnéia tem ronco, mas existe ronco sem apnéia. Segundo Dra. Ângela pelo menos 70% das causas do ronco são devidas a algum tipo de obstrução das vias respiratórias, como por exemplo aumento de amigdalas e adenoides.

A síndrome da apneia obstrutiva do sono (SAOS), que chamamos de apneia apresenta outros sintomas além do ronco. Ansiedade, sonolência diruna, mudança de humor, obesidade, acordar engasgado, hipertensão, dores de cabeça ao acordar, perda de memória e concentração entre outros.
Dados da American Academy of Sleep Disorders, dos EUA, revelam que os distúrbios do sono, entre eles o ronco e a apneia, acometem cerca de 4% da população adulta e quase metade dos homens acima dos 50 anos. Na população brasileira estima-se que 24 % dos homens acima de 30 anos tem apnéia e 15 a 20% das mulheres acima de 45 anos.
A Apnéia pode ter origem em alterações esqueletais, como mandíbula ou maxila menores ou posteriorizadas, e também das obstruções de vias aéreas, osso hióide muito algo, percoço curto e estreito relata a especialista. Segundo Dra. Ângela,
Diagnóstico
Todo paciente com apnéia e ronco deve primeiramente passar pelo otorrinolaringologista, que avaliará as vias aéreas superiores e o estado de flacidez do véu palatino, além de solicitar o exame de polissonagrafia , indispensável no diagnóstico.
O exame consiste da avaliação completa do sono. Paciente fica conectado a eletrodos, que monitoram a pressão arterial, o coração, a oxigenação, e as doenças do sono, como bruxismo, síndrome das pernas inquietas, apnéia, ronco, sonambulismo entre outras
Riscos para a Saúde
Dra. Ângela alerta de que a Apnéia é uma doença extremamente grave, não tem cura espontânea.
Portadores de apnéia podem desenvolver hipertensão e consequentemente ficarem mais sujeitos a infarto do miocárdio e acidentes vasculares cerebrais. Por isto é imprescindível o tratamento.
A pessoa com apnéia não tem um sono reparador, as noites são mal dormidas. O sono é constituído de diversas fases, tem a fase que descansa o corpo (músculos), se esta fase é interrompida muitas vezes, a pessoa acorda com o corpo cansado. Quando o sono REM ( do movimento rápido dos olhos ), ciclo onde temos os sonhos, é a fase do descanso mental. Este sendo muito interrompido, a pessoa acorda com fadiga mental, com dificuldade de concentração e de memória

Tratamento
O resultado da polissonografia determinará o tratamento.
Existe um tratamento cirúrgico para casos específicos, com redução do véu palatino através de radio-frenquência. O uso do CPAP , um aparelho que consiste em um pequeno compressor que através dum tubo joga o ar para dentro. Serve para todos os tipos de apnéia , inclusive a grave, mas muitos pacientes não conseguem se adaptar ao uso.
O aparelho intra-oral, o que Dra.Ângela executa, conhecida como placa intra-oral, corrige mecanicamente o problema da apnéia e do ronco. Ele produz um pequeno avanço da mandíbula e traciona a língua para frente aumentando a passagem do ar.
O aparelho intra-oral, esta bem indicado até apneias médias (15-30 interrupções por hora), é de fácil adaptação e tem um índicie de sucesso acima de 90%

Experiência profissional
Dra. Ângela Carnasciali Munhoz da Rocha é especialista em tratamento dos distúrbios respiratórios obstrutivos do sono com prótese intra-oral pelo Instituto de Medicina do Sono de Bauru. Também é especialista em Dentística Restauradora, pela Usp de Bauru e em Periodontia pela Universidade Paul Sabatier em Toulouse, França.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

WhatsApp chat