Mau-hálito (halitose)

Mau-hálito (halitose)

A halitose, também conhecida por “mau-hálito”, é um problema que afeta aproximadamente 50 milhões de pessoas só no Brasil. Normalmente estes pacientes já foram ao dentista e gastroenterologista e não encontraram a causa. Afecções otorrinolaringológicas como sinusites, rinites, adenoidites, amigdalites e a presença de corpos estranhos nas narinas, são frequentemente responsáveis por quadros de halitose. Situações acometendo a cavidade oral, alterações na língua, próteses dentárias mal cuidadas, cáries dentárias ou a má higiene oral, também provocam halitose. Outras questões diversas, como o jejum prolongado, boca seca, desidratação, alguns medicamentos específicos, o tabagismo e até o estresse psicológico, podem alterar o hálito. Problemas de saúde geral, como diabetes, alterações intestinais, pulmonares, de estômago, rins ou fígado, alteram o equilíbrio do organismo e podem se manifestar por comprometimento do ar expirado. Desta forma, vemos que o mau-hálito pode representar um importante sintoma de que algo de errado está acontecendo com o seu organismo.

Diagnóstico e Tratamento

A halitose não é uma doença, mas um sintoma de que algo não vai bem no organismo. Por isso, é fundamental determinar a causa do odor desagradável na boca, para introduzir o tratamento que, ás vezes, pode exigir a participação de especialistas em diferentes áreas.

Se você possui mau hálito, não fique aí escondido, de boca fechada! Procure um médico otorrinolaringologista para uma avaliação especializada e sinta-se aliviado desta desagradável sensação.

Leave a Reply

Your email address will not be published.